20 julho 2024, 20:51
Mais
    InícioCasos de PolíciaUtente de Boim recebe mensagens depois de abandonar urgências do Hospital em...

    Utente de Boim recebe mensagens depois de abandonar urgências do Hospital em Penafiel

    Published on

    Uma utente da freguesia de Boim, no concelho de Lousada, esperou mais de 5 horas no serviço de urgências do Hospital Padre Américo, em Penafiel. Depois de ter dado entrada na unidade hospitalar, na madrugada de dia 20 de maio, com a cabeça rachada e após ter desmaiado em casa, a mulher de 71 anos não teve qualquer assistência depois da triagem com pulseira de cor amarela. Sem qualquer retorno, e vendo que, apenas 1 pessoa tinha sido atendida durante 5horas, o familiar e a utente decidiram abandonar o hospital e recorrer a serviços privados para tratar da pequena fratura na cabeça.

    Na manhã seguinte, pelas 11h44, o acompanhante recebeu mensagens telefónicas do Hospital Padre Américo a informar de que a utente estaria em consulta médica e, pelas 13h19, a aguardar a realização de exames. Contudo, a mulher não tinha sido consultada nem avaliado por um médico e, nessa altura, já tinha abandono o hospital.

    A denúncia feita pelos familiares serve, segundo a família “para alertar todas as pessoas que necessitem daquele serviço”. A familiar da utente mostra-se preocupada com a situação, uma vez que “há muitos idosos que não conseguem falar e ficámos a pensar no que poderão passar naquele lugar” confessa.

    O TVS contactou o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa que lamentou o tempo de espera originado pela elevada afluência ao serviço e justificou as mensagens pelo sistema automático que foi adotado pelo hospital para facilitar o acompanhamento da evolução do atendimento aos doentes e para melhorar a resposta no que toca ao tempo de espera.

    O hospital explicou que “em função da descrição da triagem, há determinados doentes, aos quais são imediatamente pedidos os exames, aquando da verificação da situação que originou a ida à urgência, mesmo sem prévia observação física do doente e para agilização de processos”.

    Quanto aos alegados erros relativos ao envio tardio de mensagens de acompanhamento à utente de Boim, nada foi esclarecido ou justificado. Apenas foi dito que “o hospital continuará a fazer de tudo para obter uma resposta mais humanizada e efetiva, embora nem sempre consigam obter os resultados desejados”.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Publicidade

    mais recentes

    Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Comemora 34º Aniversário

    A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei, ACR, celebrará o seu 34º Aniversário...

    Detidos por tráfico de estupefacientes em Paredes

    O Comando Territorial do Porto da (GNR), através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC)...

    Incêndio deflagrou em Canelas

    Um incêndio deflagrou, na quinta-feira de 18 de julho, num amontoado de lenha situado...

    Idosa perde a vida em acidente

    Uma mulher de 81 anos faleceu na manhã de quarta-feira, 17 de julho, após...

    Lousada lidera plantação de árvores em Portugal

    O Município de Lousada ocupa o primeiro lugar nacional na plantação de árvores, no...