22 julho 2024, 11:39
Mais
    InícioCasos de PolíciaSuspeito de ataque com 3 mortos em Nottingham será português

    Suspeito de ataque com 3 mortos em Nottingham será português

    Published on

    O ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, afirmou estar em contacto com as autoridades britânicas sobre se o homem detido como suspeito por ter matado 3 pessoas em Nottingham esta semana tem nacionalidade portuguesa.  

    “Descobrimos recentemente que, aparentemente o suspeito tem nacionalidade portuguesa. Estamos a investigar o assunto, mas estaremos em estreito contacto com as autoridades britânicas a este respeito”, afirmou João Gomes Cravinho depois de um encontro com o homólogo britânico, James Cleverly. Cravinho acrescentou que “é um acontecimento horrível” e aproveitou a “ocasião para apresentar as nossas mais profundas condolências” às vítimas.

    A imprensa britânica identificou, na passada sexta-feira, citando várias fontes, que o homem de 31 anos detido como suspeito por ter matado 3 pessoas em Nottingham esta semana tem nacionalidade portuguesa. Embora as autoridades ainda não tenham identificado o suspeito, a imprensa britânica adianta que o suspeito homicida será um antigo estudante da Universidade de Nottingham.

    O chefe da diplomacia britânica, James Cleverly, evitou especular, vincando que a investigação policial ainda está em curso, mas sublinhou a cooperação entre os 2 países.

    “Não tenho dúvidas de que, nesta questão, tal como em tantas outras, a nossa estreita amizade e cooperação com o Governo português será benéfica para ambas as partes”, disse.

    De acordo com o Daily Telegraph, os pais do suspeito, originários da Guiné-Bissau, trabalharam na ilha da Madeira e obtiveram a nacionalidade portuguesa em 2006. O casal ter-se-á mudado para o Reino Unido com os 3 filhos em 2007 e adquirido o estatuto de residente enquanto cidadãos da União Europeia.

    Os vizinhos na vila de Haverfordwest, no oeste do País de Gales, descrevem uma família educada e trabalhadora, frequentadora de uma igreja evangélica local. A polícia explicou que “uma equipa de detetives dedicados continua a interrogar o suspeito e a construir uma imagem sólida do que aconteceu nessa manhã”.

    A investigação está a analisar imagens de videovigilância, análises forenses, relatos de testemunhas oculares e a fez buscas em várias propriedades da cidade. A polícia acredita que o suspeito atacou 2 estudantes da Universidade de Nottingham de 19 anos com 1 faca e que matou um outro homem de 65 anos antes de roubar a respetiva carrinha. De seguida, tentou atropelar 3 pessoas em ocasiões diferentes, continuando 1 hospitalizada em estado grave. A polícia deteve o suspeito utilizando um ‘taser’ quando o veículo estava parado.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Publicidade

    mais recentes

    XVII ENCONTRO MOTARD – ESCAPE LOUSADA 2024

    Este sábado decorreu mais um dia do Escape Lousada, um dia marcado pela demonstração...

    Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Comemora 34º Aniversário

    A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei, ACR, celebrará o seu 34º Aniversário...

    Detidos por tráfico de estupefacientes em Paredes

    O Comando Territorial do Porto da (GNR), através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC)...

    Incêndio deflagrou em Canelas

    Um incêndio deflagrou, na quinta-feira de 18 de julho, num amontoado de lenha situado...

    Idosa perde a vida em acidente

    Uma mulher de 81 anos faleceu na manhã de quarta-feira, 17 de julho, após...