20 julho 2024, 19:30
Mais
    InícioVale do SousaLousadaA (Pré) Jornada Mundial da Juventude que fica para a História de...

    A (Pré) Jornada Mundial da Juventude que fica para a História de Lousada

    Published on

    Nelson Oliveira

    Vereador (CM Lousada)

    É um facto inquestionável que a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é o maior evento mundial de jovens.

    Para Portugal, será certamente um acontecimento irrepetível pelo menos durante as próximas décadas e talvez, quiçá, nunca mais iremos receber evento de tal magnitude, superando largamente o Euro 2004 ou a Expo 98, quando comparamos o período em que estas JMJ decorrem.

    É certo que muito foi questionado sobre os custos e a repercussão desse investimento na economia nacional. Em abono da verdade sabemos que o perfil de “turista” que vem a Portugal não é um consumidor com muito dinheiro para gastar, os Hotéis não ficaram completamente lotados como se poderia prever, nem os restaurantes vão conseguir receitas absolutamente transcendentais. Contudo em tempos que tudo se questiona (e o seu contrário) e em que as críticas de hoje, amanhã transformam-se em críticas aos críticos com uma voracidade mediática impossível de acompanhar, nunca é fácil tomar decisões. Ainda assim e apesar de compreender (algumas) críticas, julguei imperioso e muito importante termos recebido este evento.

    Mas mais importante que a JMJ, tivemos o prazer de receber a Pré-Jornada Mundial da Juventude em Lousada enquadrando-se num período que tanto significado tem para os Lousadenses – Festas Grandes em Honra do Senhor dos Aflitos.

    Para quem vivenciou este período, foi impossível não reparar que estas Festas ficaram marcadas pela ação, atividade, alegria contagiante, curiosidade pelos nossos usos e costumes, dos mais de 600 jovens estrangeiros que estiveram por Lousada nestes dias.

    Foi maravilhoso assistirmos à dinâmica dos voluntários locais, das famílias lousadenses que acolheram jovens de outros países sem qualquer conhecimento prévio de quem seriam e à experiência irrepetível que foi ter, durante alguns dias e na nossa terra, centenas de jovens que puderam partilhar as suas culturas, os seus hábitos e costumes e, mais que isso, ter na memória “aqueles dias fantásticos que passaram na Vila de Lousada”.

    Lousada é um concelho (re)conhecido pela sua juventude. Já recebemos jovens de todos os lados aquando das diversas iniciativas desportivas, culturais, educativas, ambientais, mas sem as JMJ, qual seria a probabilidade de termos ao mesmo tempo e em nossa casa, jovens da Coreia do Sul, Malásia, França, Polónia, Egipto, Itália, Rep. Dominicana, Venezuela, Canadá, etc?

    No domingo e em plena Festa em Honra de S. Tiago (Lustosa) que decorre ao mesmo tempo que as Festas Grandes, foi bonito ver cada jovem da República Dominicana agradecer à família que os acolheu, falar um pouco da sua experiência nas nossas comunidades e sobretudo com a humildade que lhes é reconhecida, dizer que já tinham saudades nossas. Numa cerimónia e procissão presidida pelo Padre Kater da Rep. Dominicana, o mesmo revelou que Lousada e Lustosa já eram conhecidas por toda a população dominicana, uma vez que as celebrações realizadas em Lustosa foram transmitidas em direto pela Televisão Pública Dominicana e várias estações de rádio.

    Em termos empresariais, foi possível receber a visita do Bispo do Panamá e da Embaixatriz de Portugal na Noruega, numa visita à Dalmática, empresa de reconhecida competência e qualidade internacional na área do restauro e conservação de património, com particular incidência na arte sacra, abrindo certamente novas oportunidades de negócio.

    Monseigneur Jérôme Beau, Arcebispo de Bourges e Cavaleiro da Ordem Nacional de Mérito (França), ficará também na história de Lousada porque foi o primeiro estrangeiro a presidir à Missa Solene e Procissão da Festa Grande, elevando ainda mais as nossas celebrações com a humildade e reconhecida alegria do Padre Paulo Godinho e muitos outros párocos e jovens franceses e polacos. Daqui a muitos anos, quando alguém pensar em voltar a escrever sobre a história da Festa Grande em Honra do Senhor dos Aflitos, a Jornada Mundial da Juventude e todas estas curiosidades, serão certamente mencionadas.

    Podemos, pois, ter diferentes entendimentos sobre a Igreja Católica e o papel do Estado nestas celebrações, mas não podemos ignorar que este foi e será um dos principais eventos mundiais que o nosso país recebeu. Ignorar o impacto que a JMJ teve e tem no nosso país e sobretudo na comunidade local. Como bem disse o Sr. Padre Teixeira durante as celebrações em Lustosa, “o público que sirvo é exatamente o mesmo que vocês (autarquias) servem” e por isso, todos temos o dever de colaborar.

    Estou mais que certo de que Lousada ficará para sempre na memória de centenas de jovens dos quatro cantos do mundo, numa experiência irrepetível. Atrever-me-ei a afirmar que a pré-jornada realizada em Lousada, terá mais significado futuro para estes jovens do que a própria jornada em si. Pela forma como decorreu, as dinâmicas criadas, as visitas e experiências no Complexo Desportivo, Mata de Vilar, Pista da Costilha, interligação com escolas e instituições locais, numa infindável vontade de bem receber quem vem de fora.

    Em nome do Município de Lousada, com particular relevância para o pelouro da Juventude, cumpre-me agradecer a todos os que tornaram possível esta semana, em particular aos jovens voluntários, comissões de festas (Sr. Aflitos e S. Tiago), paroquianos, instituições locais, Vigararia de Lousada na pessoa do Sr. Padre André e extensível a todos os párocos de Lousada.

    A Jornada Mundial da Juventude 2023 ficará para a História de Lousada.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Publicidade

    mais recentes

    Associação dos Voluntários de Caíde de Rei Comemora 34º Aniversário

    A Associação dos Voluntários de Caíde de Rei, ACR, celebrará o seu 34º Aniversário...

    Detidos por tráfico de estupefacientes em Paredes

    O Comando Territorial do Porto da (GNR), através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC)...

    Incêndio deflagrou em Canelas

    Um incêndio deflagrou, na quinta-feira de 18 de julho, num amontoado de lenha situado...

    Idosa perde a vida em acidente

    Uma mulher de 81 anos faleceu na manhã de quarta-feira, 17 de julho, após...

    Lousada lidera plantação de árvores em Portugal

    O Município de Lousada ocupa o primeiro lugar nacional na plantação de árvores, no...